quarta-feira, outubro 27Notícias
Shadow

Duplicação da BR-470: viaduto de Indaial será liberado ao tráfego

Motoristas que transitam diariamente pela BR-470 na região de Indaial terão alívio no trânsito a partir de sexta-feira (28). As pistas duplicadas do viaduto no principal acesso ao município serão liberadas para os veículos. Com isso, mais um nó do tráfego urbano na rodovia federal começa a ser desatado.
Desde o fim de dezembro, as duas pistas no sentido Alto Vale já estão abertas para a passagem. No sentido contrário, as obras estão sendo finalizadas. Segundo o engenheiro João Vieira, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), a partir da próxima semana o trabalho no local vai concentrar-se nas marginais e acessos secundários. Isso se a chuva, que atrapalhou demais as máquinas neste mês, deixar.

Depois do viaduto da Mafisa, em Blumenau, a entrega da passagem elevada em Indaial era a prioridade do Dnit. Naquele ponto também há o encontro com a SC-477, que dá acesso a Timbó. O fluxo de veículos é intenso durante todo o dia. Agora, a próxima meta é concluir o viaduto do Km 72, no segundo acesso a Indaial. Ele deve ficar pronto no primeiro semestre.
O trecho entre Blumenau e Indaial da duplicação da BR-470, onde ficam os lotes 3 e 4, é o mais atrasado. Nos últimos meses, acordos judiciais permitiram a desapropriação de áreas que impediam o avanço das obras. Segundo João Vieira, a região onde ficava a fábrica da Dudalina em Blumenau, no bairro Fortaleza, e o viaduto do Badenfurt, no acesso a Pomerode, devem evoluir em 2021.

Situação diferente vive o Lote 2, entre Gaspar e Ilhota, que está com mais de 80% do trabalho concluído. Se houver dinheiro suficiente no orçamento federal, o trecho todo será entregue no primeiro semestre de 2022.
No Lote 1, após anos de problemas com empreiteiras quebradas, o Dnit acredita que o cenário mudará rapidamente. A intersecção com o acesso a Luiz Alves e o grande viaduto sobre a BR-101 são as prioridades do ano.

FONTE: NSCTOTAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *