quarta-feira, setembro 22Notícias
Shadow

Como a Inteligência Artificial pode ajudar as empresas durante a pandemia

A pandemia do Coronavírus (COVID-19) impactou em cheio os negócios e a economia dos países. Nesse cenário, transformações que estavam em curso nas empresas há algum tempo foram aceleradas, como a digitalização de processos e rotinas, dinâmicas online e investimentos em tecnologias, uso de dados e Inteligência Artificial.

Segundo o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), estima-se que, mesmo sem a pandemia, o Brasil perde quase 1 milhão de empresas por ano, que fecham suas portas por não se tornarem competitivas no mercado. Esse número veio a agravar com o momento atual que o mundo vive, sendo os setores mais atingidos: o de serviços e o comércio.

Nesse contexto, é possível afirmar que o uso de tecnologia ganha relevância, pois, mais do que nunca, ela é essencial tanto para as pessoas, quanto para as empresas tomarem decisões mais assertivas. Calcula-se que o número de empresas brasileiras que utilizarão inteligência artificial em seus negócios deve superar 30%. Atualmente, 15% delas já possuem iniciativas de uso de dados para tomada de decisão.

Pode-se afirmar que a Inteligência Artificial (IA) garante uma melhor experiência de compra e altos índices de assertividade, uma vez que é utilizada para aprimorar e identificar o perfil do cliente. Dessa forma, consegue-se compreender e destacar preferências de grupos, gêneros ou faixas etárias, permitindo experiências altamente personalizadas, o que resulta em um atendimento único e um cliente final satisfeito.

Inúmeros modelos de utilização de IA já estão presentes no dia-a-dia das pessoas, por exemplo: scores de crédito, prevenção de fraudes, otimização de investimentos e reconhecimento biométrico. Sendo assim, percebe-se que ensinar a máquina a aprender padrões de comportamento se torna cada dia mais importante e indispensável para a dinâmica da vida moderna.

Faz-se necessário salientar que a Inteligência Artificial (IA) compreende um campo do conhecimento da tecnologia em que se escreve códigos para que o computador reconheça padrões e estabeleça parâmetros de forma autônoma, baseado em muita matemática e geometria analítica.

Acrescenta-se a isso que um dos segmentos mais significantes da Inteligência Artificial é a Machine Learning, que reconhece padrões para conjecturar comportamentos futuros ou descrever melhores formas de agrupar indivíduos segundo suas características, sendo muito versátil para empresas que buscam comportamentos específicos de seus consumidores em busca de sua “persona” ideal.

Há de se destacar, ainda, que uma das ferramentas mais importantes para negócios é a Business Intelligence. Essa se ocupa por descrever e entender comportamentos passados utilizando estatística clássica. Dessa maneira, empresários podem tomar decisões mais conscientes e menos guiadas por “feeling” no âmbito corporativo, sendo assim mais assertivos em suas resoluções.

Visto o exposto anteriormente, afirma-se que investir na “aprendizagem das máquinas” significa mostrar valor aos clientes e fortalecer a empresa no mercado, uma vez que a diferenciação na experiência do cliente é um fator importante para as corporações e para a fidelização do consumidor. Além disso, tomadas de decisões conscientes fazem enxergar oportunidades e prevenir erros nas deliberações empresariais, o que se mostra mais eficaz e resolutivo em momentos de dificuldade, tal como o cenário econômico atual da pandemia.

Olá, meu nome é Jéssica, mas prefiro que me chamem de Jess. Sou Executiva Nacional da Verità Care Franchising, atuando como Estrategista de Marketing Digital de mais de 60 unidades no Dream Team da Franqueadora.

Sou Bacharela em Direito, o que explica minha paixão pela escrita. Meu perfil analítico me fez adentrar no mundo da Análise e Gestão de Tráfego, tenho Especialização em Gestão Estratégica de Pessoas e MBA em Marketing Estratégico Digital.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *