quarta-feira, setembro 22Notícias
Shadow

Motor de barco enroscou em linha antes de afundar em Penha; busca por desaparecido continua

Uma armadilha para mariscos teria causado o naufrágio de um barco pesqueiro em Penha, no Litoral Norte de Santa Catarina, nesta semana. Os bombeiros militares continuam as buscas pelo último tripulante desaparecido nesta quinta-feira (12). Dois sobreviveram e um foi encontrado morto, preso às linhas da maricultura, nesta quarta (11).
Os bombeiros militares de Penha foram acionados perto das 8h desta quarta, mas o pesadelo para os quatro pescadores começou bem antes, na terça-feira (10). Naquele dia, eles saíram pela manhã em direção ao alto mar. Quando voltavam da pescaria, por volta das 18h, a hélice do motor do pequeno barco enroscou nas linhas das armadilhas, próximo à Praia da Armação.

Conforme o relatado dado aos socorristas, o motor parou de funcionar, o que deixou a embarcação à deriva. Com os ventos, a água começou a entrar na estrutura, causando o naufrágio. Os quatro tripulantes então ficaram na água, com coletes salva-vidas.
Depois de passarem a noite em alto mar, na manhã seguinte um pescador observou uma das vítimas, de 47 anos, segurando-se a uma bóia das armadilhas para mariscos. Ele foi trazido à praia e contou o que havia acontecido, mobilizando as equipes de salvamento.

Apesar da leve hipotermia, o homem foi levado ao hospital consciente e orientado. Outro tripulante, de 37 anos, foi encontrado na mesma área. Ele estava bem e recusou ir ao hospital.
Com embarcações e o helicóptero Arcanjo, os bombeiros procuraram pelos outros dois ocupantes com o apoio da Marinha. Foi a instituição federal que localizou a terceira vítima, já em óbito. O homem, que não teve o nome revelado, estava preso às linhas da maricultura.
Os trabalhos encerraram com o anoitecer, mas foram retomados na manhã desta quinta-feira. Uma embarcação dos bombeiros e outra da Marinha estão na Praia da Armação à procura do quarto integrante.

FONTE: NSCTOTAL

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *