quarta-feira, fevereiro 21Notícias
Shadow

Temporal alaga casas em Blumenau e região e assusta moradores

Previsão indicava fenômeno para a região; Defesa Civil de municípios registrou ocorrências
O temporal chegou à região de Blumenau na tarde desta quinta-feira (27), trouxe alívio ao calorão, mas também transtornos a moradores e motoristas. Ruas e casas ficaram alagados com a chuva em algumas cidades, como Blumenau, Indaial e Brusque. Uma família blumenauense chegou a acionar os bombeiros militares ao ficar ilhada dentro da própria casa.

A chuva que ainda persiste veio acompanhada de vento em alguns momentos. Mais de 2,4 mil imóveis ficaram sem energia elétrica em Blumenau, a maioria no bairro Itoupavazinha, onde a Defesa Civil emitiu alerta máximo para a condição. Por lá, uma família acionou os socorristas para pedir resgate ao ver a enxurrada na Rua Bruno Morel invadir totalmente a residência.
Quando os bombeiros chegaram, a água já estava baixando. Por conta dos dados materiais, a família foi encaminhada pela Defesa Civil à assistência social.

Em Indaial e Brusque, ruas ficaram alagadas por conta da intensidade da água que caiu em poucos minutos. Ivo Ockner, diretor da Defesa Civil de Indaial, explicou que houve casos em que, quando a equipe chegou ao local para averiguar a situação, já nem havia mais alagamentos.
A Defesa Civil de Brusque trabalha em um levantamento das ruas atingidas. Apesar disso, de acordo com os bombeiros militares, não houve situações graves causadas pelo temporal.

A maior cidade do Vale do Itajaí teve ao menos cinco chamados para a Defesa Civil devido ao temporal (veja abaixo). A região que registra o maior volume de chuva é a das Itoupavas, com 78 milímetros acumulados nas últimas horas e 49 milímetros na Itoupavazinha.
O temporal assustou, mas trouxe alívio ao calor de 34ºC desta tarde. Com o fenômeno, o termômetro despencou para os 25ºC, conforme dados do Alertablu analisados às 17h.

Ocorrências atendidas pela Defesa Civil até as 17h30min em Blumenau:

  1. Queda de árvore em rede elétrica na Rua Hamburg, 134, Ponta aguda.
  2. Ocorrência de alagamento em residência na Rua Radialista Rodolfo Sestrem, Itoupavazinha.
  3. Rua Bruno Morell, Itoupavazinha, residência totalmente alagada, ocorrência encaminhada à assistência social para apoio à família.
  4. Rua Dario Passold Gonçalves, bairro Testo Salto, uma queda de muro deixou uma casa acima desprotegida.
    O meteorologista e colunista Leandro Puchalski contou nesta quinta-feira que em fevereiro o Litoral, Vale do Itajaí e Norte têm condições de ter uma chuva mais frequente. Basicamente por dois motivos: maior disponibilidade de chuva devido a proximidade com o oceano e atuação mais ao Sul da Zona de Convergência do Atlântico Sul (ZCAS), que é o sistema de chuva que nesta época do ano provoca chuva no Brasil Central.

FONTE: NSCTOTAL

About Author