quarta-feira, fevereiro 21Notícias
Shadow

Merísio aceita ser vice de Décio Lima em possível chapa da frente de esquerda em SC

Ainda sem definição de quem e de qual partido será o candidato a governador de Santa Catarina pela frente de esquerda, uma chapa já demonstra estar mais “alinhada”. Gelson Merísio (Solidariedade) se colocou a disposição e informou a Décio Lima (PT) que aceita ser o vice dele nas eleições de outubro.
Gelson Merísio é ex-deputado estadual e ex-presidente da Assembleia Legislativa (Alesc), e foi candidato a governador de SC em 2018, pelo PSD, quando teve como vice o ex-prefeito de Blumenau, João Paulo Kleinubing, e chegaram ao segundo turno contra Carlos Moisés (Republicanos).

Esse cenário pode desagradar o PSB, que em SC, do presidente Cláudio Vignatti, ainda quer que o senador Dário Berger seja o candidato principal do grupo de seis partidos (PT, PSB, PDT, PCdoB, PV, PSOL, Rede, Solidariedade).
Berger termina o mandato de senador neste ano, ou seja, poderia buscar uma reeleição caso Décio e Merísio formassem a chapa ao governo do estado. Entretanto, outros nomes da frente buscam essa vaga ao senado, como por exemplo Afrânio Boppré (PSOL), Jorge Boeira e Fernando Coruja, ambos do PDT.

Os partidos vem realizando reuniões frequentes nas últimas semanas, tentando encontrar um denominador comum. A expectativa é que, até segunda-feira, 13, possam ter novidades mais convictas sobre o tema.
Vale lembrar que Lula (PT) e Alckmin (PSB), pré-candidatos a presidente e vice-presidente, haviam confirmado uma visita à Santa Catarina no início deste mês. Porém, as divergências entre PSB e PT, além de um problema de saúde do senador Dário Berger fizeram a viagem ser cancelada.
O grupo ainda tenta uma nova data para que os dois representantes do projeto nacional venham ao estado, o que deve ocorrer após uma definição das candidaturas em SC.

O Município Blumenau.

About Author