domingo, julho 21Notícias
Shadow

Com receita inovadora, moradora de Indaial conquista primeiro lugar em concurso de cuca

Neste final de semana ocorreu o Festival Nacional da Cuca em Brusque. Entre as atrações do evento está o concurso “A Cuca Nota 10 do Brasil”. Nesta edição, a competição teve 23 inscritos e a moradora de Indaial, Luciana Cristina Custódio, foi a grande vencedora.
Luciana conquistou o primeiro lugar no pódio com uma receita inovadora de cuca de cupuaçu e castanha do Pará. Graciano Kreus, de Brusque, ficou em segundo lugar com a cuca de doce de leite, nozes e damasco e Jean Carlos do Prado, de Joinville, foi o terceiro colocado, com a cuca de banana com doce de leite caseiro.

O concurso aconteceu ao longo de dois dias e contou com a avaliação de 11 jurados. A Cuca Nota 10 do Brasil faz parte do evento que é realizado pelo Núcleo das Panificadoras da Associação Empresarial de Brusque (Acibr), em parceria com a Prefeitura de Brusque.

Trajetória campeã
A vencedora desta edição já é uma veterana do concurso. Esta é a quarta vez que ela participa. Na edição anterior, Luciana ficou em segundo lugar. A inspiração para o sabor que conquistou os jurados veio de uma viagem que a campeã fez recentemente para o Nordeste. Lá, se encantou pelo cupuaçu e decidiu trazer o sabor para o tradicional doce germânico.
“Fiz vários testes e as pessoas que comiam sempre gostavam do sabor. Sempre pensei fora da caixinha e então por que não trazer esse sabor para a cuca e deu certo”.

Luciana sempre fez bolos, tortas e cucas para vender e agora começou a dar cursos para quem quer entrar no mundo da confeitaria. “A minha forma de fazer cuca é resgatar as memórias afetivas, gosto de passar isso para as pessoas. Estou muito feliz por vencer o concurso, estou flutuando”, diz.

Premiação
A vencedora leva para casa um forno elétrico Fischer, R$ 1 mil em vale-compras na Morisa Móveis, day use com direito a acompanhante no Fazzenda Park Hotel (Gaspar), workshop na Escola Chef Gourmet, uma cesta de produtos Werner Alimentos e troféu.

Já o segundo lugar foi premiado com uma batedeira SchaefferTec, jogo de pratos com talheres de churrasco e tábua de madeira da Irmãos Fischer, workshop na Escola Chef Gourmet, cesta de produtos Werner Alimentos e troféu.

O terceiro ganhou um jogo de pratos com talheres de churrasco e tábua de madeira da Irmãos Fischer, workshop na Escola Chef Gourmet, cesta de produtos Werner Alimentos e troféu.

Sucesso de público
Após dois anos de forma híbrida por causa da pandemia da Covid-19, o evento voltou a ser realizado no pavilhão Maria Celina Vidotto Imhof e recebeu grande público no sábado e domingo.
Além do concurso, o festival contou com café colonial, o mercado das cucas com a participação de nove panificadoras da cidade, feira de artesanato e oficinas para as crianças em parceria com o Sesc.

O prefeito Ari Vequi destaca a importância de eventos como o Festival da Cuca para a cidade. “É a cidade de Brusque mostrando, mais uma vez, a sua cultura e tradição para Santa Catarina e o Brasil. Tivemos um grande público, de várias cidade circulando pelo pavilhão. O que mostra que o turismo está voltando com força total”.
A diretora de Turismo, Rafaela Maestri também ressalta o retorno dos eventos presenciais como algo positivo para o município.
“Muita gente de fora esteve aqui é isso movimenta muito porque aproveitam também para conhecer o comércio. Todo mundo é beneficiado. Onde tem movimento, gera economia”.

Para a presidente da Acibr, Rita Cassia Conti, o Festival da Cuca representa tudo o que a entidade acredita.
“O festival promove a essência da Acibr, fomentando o empreendedorismo, o bem-estar. Estamos muito felizes com o resultado. O Festival da Cuca é a festa da família e mais uma vez temos a prova do sucesso da cuca brusquense”.

A presidente do Núcleo das Panificadoras, Emily Dognini, comemora o sucesso da 9ª edição do Festival da Cuca.
“Depois de dois anos de pandemia, crise, é uma alegria ver o pavilhão cheio de novo. A população pegou junto com a gente e o festival foi um sucesso. É muito bom ver o trabalho das nossas panificadoras reconhecido e agora já iniciamos os preparativos para a 10ª edição”.

As nove panificadoras participantes do festival produziram cinco mil cucas durante os dois dias do evento.