quarta-feira, junho 19Notícias
Shadow

Estudo aponta que 51% das empresas que usam inteligência artificial na América Latina conseguiram lucrar com o uso da tecnologia

O uso de soluções em tecnologia de inteligência artificial (IA) deixou de ser algo futurista e fictício, e há muito tempo está presente em diversos setores da economia.

No Brasil, o crescimento das startups  acabou impulsionando o uso da IA, com aumento na busca de ferramentas para aplicações como reconhecimento facial, chatbots, gestão de clientes e softwares de back-office, entre outras.

O uso da tecnologia nas empresas permite que as máquinas entendam e reproduzam alguns comportamentos apresentados pelo ser humano. Além disso, é comum que seja aplicada junto de algum tipo de automação de processos.

Segundo o estudo The Cultural Benefits of Artificial Intelligence in the Enterprise, desenvolvido pelo Boston Consulting Group (BCG) e o MIT Sloan Management Review (MIT SMR), aponta que 51% das empresas que usam inteligência artificial (IA) na América Latina conseguiram lucrar com o uso da tecnologia – em 7% delas o retorno financeiro foi considerado elevado. Globalmente, 55% registraram lucro e 11% lucro elevado.

Ainda de acordo com o levantamento, a maior parte das organizações da região está usando a tecnologia para desenvolver novas maneiras de gerar valor (52%), enquanto 33% focam na melhoria de processos já existentes. Os resultados foram semelhantes no mundo, com 55% e 22%, respectivamente.

Confira cinco aplicações da Inteligência Artificial em segmentos variados nas empresas brasileiras:

Viziomed

É uma healthtech brasileira que utiliza a inteligência artificial para descoberta precoce de câncer e outras doenças graves. A empresa tem parceria com inúmeros laboratórios de exames em todo o país, o diagnostico é obtido em apenas um minuto. O sistema torna mais rápida, simples e precisa a atuação dos médicos na hora de analisar os exames e localizar alterações suspeitas, facilitando o processo de triagem. E o mais importante, a empresa acompanha todo o processo do funcionário para o tratamento, é o que eles chamam de “jornada do paciente”, a partir do momento que o câncer é diagnosticado, o tratamento é acompanhado em todas as etapas, dessa forma, facilitando a cura.

Atualmente a Viziomed é muito mais do que uma solução em saúde, ela auxilia as empresas e planos de saúde para que os funcionários e beneficiários cumpram sua jornada de exames, além de conscientizar as companhias e suas equipes da importância de um acompanhamento médico frequente.

DotBank

Por meio de integrações entre a plataforma do banco e o software de gestão DotBank – primeiro banco digital operando como franquia no Brasil através de uma plataforma multicarteiras, focado na gestão, conciliação, monitoramento e liquidação de pagamentos – o estabelecimento comercial consegue ganho de performance na realização das operações, pois as mesmas fazem uso de IA para execução das atividades.

Tag Center

Startup criada para solucionar problemas de comunicação entre empresas e clientes. Responder na hora, com atendimento personalizado, no canal que o cliente preferir e estar 24 horas disponível é o que propõe a ferramenta. Além de ser uma novidade no mercado, a startup ainda faz a integração com o Google, na qual é possível integrar o software com o Google Maps Chat, inclusive, é uma das únicas no Brasil que já fizeram essa integração. 

iCertus

A iCertus, plataforma de antecipação de recebíveis, desenvolveu uma ferramenta que auxilia na tomada de decisões agregando diversos serviços financeiros, como antecipação de recebíveis e empréstimos de capital de giro, incluindo a inteligência artificial para ajudar cada vez mais a pequena indústria. Recebeu investimentos da Bossa Nova, de João Kepler e Pierre Schurmann; e da IVP, de Fabricio Bloisi e Bruno Rondani e João Bezerra, ex-CTO do Banco Itaú; Poli Angels, de Rozallah Santoro, Marco Poli, entre outros, além de passar pela aceleração da Baita Aceleradora, na Unicamp.

hubkn

A hubkn é uma empresa que contribui para melhorar o dia a dia dos profissionais de vendas com informações colhidas pela Inteligência Artificial Jordan. 

De acordo com o executivo, o mercado interno brasileiro vive um momento muito sensível, com aumento significativo de preços em várias cadeias e indústrias importantes para o crescimento da nação. E é evidente que, neste cenário, a tecnologia pode ajudar. O uso de inteligência artificial, realidade aumentada e sistemas mais robustos tem ajudado empresas a identificar gargalos de produtividade, aumentar as vendas e encontrar oportunidades de mercado.