quarta-feira, fevereiro 21Notícias
Shadow

Mudança alimentar pode começar pela escolha dos alimentos que vão na lancheira das crianças

A Tal da Castanha oferece o Mini, uma bebida pronta para consumo enriquecida com fibras e cálcio, ajudando a suprir a necessidade deste nutriente tão fundamental para o desenvolvimento ósseo

A primeira etapa da infância na alimentação caracteriza-se pela ampliação da capacidade de selecionar alimentos por meio de sabores, cores, experiências sensoriais e texturas. No decorrer dessa fase, a criança vai aperfeiçoando o paladar, reconhecendo os gostos.

E um dos grandes desafios de pais e responsáveis é montar uma lancheira voltada à alimentação fora do lar, como é o caso do colégio. Muitas vezes eles enviam alimentos como salgadinhos, biscoitos recheados, sucos de caixinha, que quando ingeridos de forma excessiva, podem aumentar o risco de, no futuro, desenvolverem doenças como a obesidade, hipertensão, diabetes, hipercolesterolemia entre outras.

“Alimentação e lanches saudáveis precisam ser antes de tudo práticos e simples, de forma que você consiga inserir na rotina do dia a dia da criança, criando assim hábitos saudáveis que perduram a vida toda”, ressalta Alessandra Luglio, consultora científica e nutricionista da A Tal da Castanha.

A nutricionista explica que o ideal é sempre priorizar alimentos in natura, de preferência orgânicos, ou minimamente processados. Outra dica é consumir em pequenas quantidades os processados com aditivos artificiais ou com excesso de sódio ou açúcar como pães, queijos e enlatados, evitando ao máximo os ultraprocessados cheios de aditivos, a exemplo de biscoitos, salgadinhos, mistura para bolo, produtos congelados e prontos para consumo.

Opções prontas para consumo

A Tal da Castanha tem em seu portfólio uma linha desenvolvida especialmente para as crianças, chamada de Mini. Esse produto foi pensado como a melhor alternativa à ingestão do leite animal para compor a alimentação infantil e, por consequência, estar presente na lancheira da criançada.

A bebida vem em quatro sabores: chocolate, morango, baunilha e maçã com banana sendo adoçada com açúcar demerara orgânico ao invés do refinado, que passa por processos químicos. Em relação ao dulçor, o Mini contém até 60% menos em comparação com bebidas mais tradicionais para o dedicada ao público infantil.  

Sua composição também é livre de caseína, a proteína do leite que mais frequentemente provoca alergias. O produto pronto para consumo também é rico em gordura “do bem”, zinco, proteína, ferro e é enriquecida com fibras e cálcio, ajudando a suprir a necessidade deste nutriente tão fundamental para o desenvolvimento ósseo.

Sobre a preocupação de algumas pessoas em relação as bebidas vegetais pela necessidade do cálcio, Alessandra Luglio, explica que é possível suprir a falta do leite de vaca com outros alimentos ricos no mineral, como os vegetais de coloração verde escura, leguminosas, sementes e oleaginosas. “Mas, como nem sempre as crianças ingerem esse tipo de alimento em quantidade suficiente, as bebidas vegetais fortificadas podem oferecer a complementação necessária para atingir a recomendação de ingestão de cálcio. Uma caixinha de 200 ml de Mini, por exemplo, contém 300 mg de cálcio, o que corresponde a, em média, 30% da necessidade diária desse nutriente para crianças entre dois e seis anos”, finaliza.

Sobre A Tal da Castanha: 

A Tal da Castanha é uma marca genuinamente brasileira que utiliza em sua composição apenas ingredientes de origem natural e vegetal. A marca combina excelência e inovação para trazer ao mercado brasileiro uma linha inédita de produtos que inclui bebidas vegetais, pastas e snacks. A filosofia da marca é pautada em pureza e simplicidade, quanto menos ingredientes, melhor. Líder no segmento, os produtos A Tal da Castanha são distribuídos nos melhores mercados do país. A Tal da Castanha é uma referência entre as marcas clean label do Brasil e faz parte da seleta lista de empresas B, um grupo global de organizações comprometidas com a geração de impacto positivo na sociedade e no meio ambiente.

About Author