quinta-feira, maio 23Notícias
Shadow

chau bactérias: confira seis dicas para manter sua frota sempre higienizada

Algumas ações podem ser realizadas com objetivo de garantir a saúde e bem estar dos clientes e colaboradores que utilizam os veículos de sua empresa

São Paulo, janeiro de 2023 — A Escola de Biociências da Universidade de Aston, no Reino Unido, comprovou em um estudo realizado em 2022 que o interior de um veículo particular pode conter mais bactérias fecais que um vaso sanitário. Segundo o ranking com os lugares mais sujos estão o porta-malas, com 1.425 bactérias encontradas, seguidas do banco do motorista (649), alavanca de câmbio (407), assento traseiro (323) e painel (314). O volante, curiosamente e devido ao uso de álcool em gel ter se tornado hábito pós-covid, foi considerado uma das áreas mais limpas.

Se estes são os números de bactérias encontradas em carros particulares, quando falamos de frotas de veículos, seja ela destinada ao transporte de passageiros externos ou somente de funcionários de uma empresa, a situação pode ser ainda pior. Isso porque quando há fluxo de pessoas em contato com muitos pontos do veículo a probabilidade de proliferação de microrganismos e circulação de vírus e bactérias aumenta exponencialmente e, desta forma, a necessidade da realização de limpeza e higienização rotineira se torna maior. 

“A parte interna do veículo é tão importante quanto a externa, por isso a higienização é necessária periodicamente. E afinal, é dentro do veículo que ficamos e trafegamos, temos contato direto, portanto a segurança dos ocupantes deve ser preservada assim como a vida útil do veículo. É exatamente isso que a higienização proporciona: bem estar e segurança tanto para o automóvel quanto para você”, explica João Salvatori, CEO da Wash Me, startup especializada em gestão de lavagem ecológica e higienização automotiva. 

Confira seis dicas para manter os veículos higienizados e, consequentemente, seguros para seus colaboradores e clientes:

1- Foco nas partes de contato direto

Volante, maçanetas, cintos de segurança, puxadores internos de portas e afins são as partes nas quais suas mãos mais entram em contato. Por isso, sempre higienize utilizando flanela e produtos automotivos específicos para região. 

“Essa atitude ajuda no combate a microrganismos, ácaros e vírus, além de evitar o acúmulo de sujeira, mantendo assim a garantia de saúde para colaboradores e passageiros. As empresas devem prezar pela segurança de seus clientes e funcionários, em cada detalhe”, ressalta Salvatori.

2- Panos, somente de microfibra

Use apenas panos de microfibras e não utilize flanelas para não causar arranhões nem soltar pequenos fios no interior do veículo.

“O pano de microfibra é o seu primeiro aliado na hora de realizar um procedimento de lavagem. O material possui milhões de minúsculas fibras que agem como uma esponja gigantesca, podendo absorver até 8 vezes o seu próprio peso em água, no qual se torna extremamente eficiente na limpeza de superfícies úmidas além da sua grande eficiência na remoção de pó e poeira já na primeira passada. E mais: os panos de microfibra também são muito resistentes e, com os cuidados apropriados, duram cerca de oito meses”, garante o CEO. 

3- Utilize álcool isopropílico para limpar eletrônicos

Por não possuir muita água em sua composição, o álcool isopropílico é perfeito para higienização de itens eletrônicos, painéis e telas centrais de multimídia dos veículos.

“Nunca coloque o álcool diretamente nos eletrônicos. Umedeça um pano de microfibra com o produto e passe pela superfície do dispositivo, com movimentos suaves e em uma única direção”, ensina Salvatori. 

4- Não esqueça os tapetes

Esse cuidado geralmente acaba passando batido, mas os tapetes devem receber a mesma atenção durante a higienização, já que costumam ter acúmulo de comida, poeira, sujeiras e mais. 

“Pode retirar a sujeira, batendo o tapete diariamente e, idealmente, realizar lavagem e aspiração pelo menos uma vez por semana”, completa o CEO da Wash Me. 

5- Limpe os bancos

Sempre higienize os bancos com pano úmido e um produto específico para limpeza de estofado.

“A higienização de bancos de carros elimina não apenas a sujeira e manchas do veículo, mas aqueles odores ruins que parecem se agrupar com o tempo. Mais que estética, é questão de saúde do condutor e dos demais passageiros, pois com o serviço você previne fungos e bactérias, nas quais podem causar reações alérgicas e problemas respiratórios. “, afirma Salvatori. 

6- Realize uma higienização profissional sempre que possível

“Os procedimentos citados anteriormente ajudam a manter sua frota limpa e higienizada no dia a dia, mas é imprescindível realizar uma higienização profissional nos veículos sempre que possível. Isso porque são utilizados os produtos mais adequados e os procedimentos específicos para garantir, ainda mais, a saúde e bem estar de quem os utiliza”, completa o CEO da Wash Me.  

Sobre a Wash Me

A Wash Me é uma startup especializada em gestão de lavagem e estética automotiva com foco na Lavagem Ecológica — utilizando uma quantidade muito reduzida de água e produtos biodegradáveis —, e também no atendimento B2B de forma delivery. O serviço é personalizado e adaptável ao local de estacionamento dos veículos, que podem ser carros, motos, caminhões ou ônibus. A empresa atende todos os tamanhos de frotas. 

A técnica de Lavagem Ecológica da startup é até 100 vezes mais econômica do que as tradicionais e já economizou mais de três milhões de litros de água. Ao atender empresas, ela colabora na agenda ESG e reduz os custos recorrentes da companhia. Com três anos de existência, a Wash Me atua a nível nacional, atendendo diversas cidades em 18 estados diferentes. Entre seus clientes, há também nomes de peso, como: Creditas Auto, Movida, Localiza, Sem Parar, CCR, além de diversas transportadoras que atendem uma das maiores cervejarias do mundo. Mais informações: https://www.washme.com.br/