quinta-feira, maio 23Notícias
Shadow

Mercur investe em insumos renováveis para a evolução do seu negócio

O objetivo é aumentar para 70% o uso de fontes renováveis ou de reuso até o final de 2027

A Mercur, indústria das áreas da saúde e educação, desde a sua virada de chave em 2009, avança no desenvolvimento de produtos e soluções mais sustentáveis por meio de pesquisas em suas operações e laboratórios, por entender que o desafio é reduzir, ou substituir a quantidade de insumos não renováveis nos produtos. Em 2022, a empresa consolidou 44,5% de matérias-primas renováveis em suas operações. O objetivo é aumentar para 70% o uso de fontes renováveis ou de reuso até o final de 2027. 

A empresa busca por meio das cadeias produtivas extrair insumos naturais com moderação “pensando no desenvolvimento sustentável do planeta como um todo e no bem-estar das próximas gerações”, comenta Airton Miguel Heck, Coordenador de Pesquisa e Desenvolvimento da Mercur.  Ainda no desenvolvimento de cada produto busca-se identificar os impactos dos materiais na cadeia produtiva, aperfeiçoar os processos, potencializar os efeitos positivos e eliminar os negativos.  

Confira os avanços da empresa nesse sentido: 

  • Borrachas de apagar com matérias-primas renováveis  

Desde 2009, a Mercur investe em pesquisa e desenvolve formulações que aumentam o percentual de matéria-prima renovável das borrachas naturais. Antes dessa mudança, apenas 13% da matéria-prima era renovável em sua composição. Nos últimos anos, utiliza a fécula da mandioca ao substituir a dolomita, componente mineral. A fécula da mandioca garante a qualidade ao produto, maciez ao toque, melhor apagabilidade e menor resíduo ao ser manuseada no dia a dia. As Borracha Record apresentam entre 59% e 75% de matéria-prima renovável em sua composição: os minerais e derivados do petróleo foram substituídos por materiais renováveis. “A utilização da fécula de mandioca teve um crescimento de utilização de mais de 76%, se comparado ao ano de 2020 e 249% em relação ao ano de 2021”, explica Airton. 

  • Produtos da área da saúde com matérias-primas renováveis 

A Mercur tem usado insumos de origem renovável como o caroço de açaí da palmeira juçara, tecido de algodão cru, orgânico e reciclado, entre outros, utilizados nos produtos da saúde. São exemplos de produtos: a bolsa para água quente, ponteiras de muletas e bengalas e a Bolsa Térmica Natural (BTN).  

A Bolsa Térmica Natural, em três versões, é um produto 100% renovável que auxilia na recuperação e manutenção do ecossistema e é uma aposta na economia circular e solidária. A BTN com algodão orgânico prioriza o uso e conservação da biodiversidade e demais recursos naturais próprios do local de produção, prima pelo comércio justo e solidário e consolida a relação com os agroecologistas. A versão da BTN com algodão reciclado, lançada em 2022, busca reduzir os impactos humano, social e ambiental. O uso do algodão reciclado busca reduzir os impactos negativos gerados pela produção do algodão convencional e o descarte inadequado, inclusive das sobras de tecidos dos processos fabris da Mercur. Em janeiro de 2023, a empresa lançou a versão BTN para bebês por identificar uma necessidade de famílias e profissionais da área da saúde nos primeiros cuidados da infância. Dessa forma, a empresa oferta um produto 100% renovável em suas matérias-primas, incentiva as cadeias de agroecologistas e promove o desenvolvimento regional, a ocupação e a renda. Para saber mais sobre a Mercur e seus produtos, acesse www.mercur.com.br 

Sobre a Mercur  

A Mercur é uma empresa brasileira, quase centenária, localizada na cidade de Santa Cruz do Sul (RS) que começou sua trajetória com produtos derivados da borracha. A partir da construção coletiva, oferece soluções em saúde e educação que impulsionam o potencial humano e regeneram o planeta. Em seu portfólio de produtos encontra-se: borrachas de apagar, colas, corretivos, andadores, bengalas, bolsas térmicas, muletas, órteses e produtos voltados à pessoa com deficiência. Atualmente, a empresa conta com cerca de 600 colaboradores. Para conhecer mais, acesse: mercur.com.br