sexta-feira, junho 14Notícias
Shadow

Desafios da gestão financeira: edtech lança ebook sobre benefícios de operações fintech

Material produzido pela Edusoft é voltado para gestores educacionais e tem o objetivo de orientar sobre as vantagens que uma plataforma que une tecnologia e finanças traz às instituições de ensino

Para modificar, aprimorar ou automatizar serviços financeiros para empresas ou consumidores, as fintechs combinam finanças com tecnologia e têm se popularizado no Brasil em diversos segmentos. De acordo com dados da plataforma Distrito, o ecossistema brasileiro de startups conta com 11.394 empresas ativas no país. Dessas, 1.290 atuam trazendo inovações para o setor financeiro. Criar orçamentos, comprar criptomoedas através do telefone, solicitar carros por aplicativo, pedir dinheiro emprestado a alguém sem o envolvimento de instituições financeiras tradicionais, o poder das fintechs tem chegado a todas as partes. 

E chegou também às instituições de ensino. Michel Robert Weigmann, CEO da Edusoft, empresa de tecnologia que desenvolve soluções para gestão educacional, afirma que os benefícios de aderir às operações fintech na educação são inúmeras. “Podemos destacar a facilitação de financiamento, que pode contribuir na captação e retenção de alunos, além de melhorar o fluxo de caixa. Outro benefício é a desburocratização: a agilidade dos serviços é maior do que a de bancos tradicionais, sem contar que as taxas são bem inferiores, já que a tecnologia permite que a estrutura de uma fintech seja mais enxuta que a de um banco”, diz o profissional.

Instituições de ensino contam com gestão de boletos centralizada, boleto protestável, remessa e retorno automatizado, gerando ganho operacional e redução de custos. “O gestor tem a vantagem de acompanhar o recebimento de todos os pagamentos de forma automatizada sem precisar mudar de bancos e podendo continuar recebendo na conta de sua preferência. Além disso, a operação fintech fornece boleto híbrido e não há cobrança para alteração do boleto, para baixa manual e não há custo para integração com o Mentor Web”, afirma Michel.

A edtech, que completou 39 anos em abril deste ano, lançou recentemente um e-book, onde explica detalhadamente quais são os impactos de ter uma operação fintech relacionada às instituições de ensino. O material pode ser baixado gratuitamente através do link: https://edusoft.com.br/materiais/como-vencer-os-desafios-da-gestao-financeira-na-educacao

“O e-book tem o intuito de mostrar para todos os gestores de instituições de ensino a evolução do universo das edtechs e como, além da educação, operações burocráticas podem ser transformadas através da tecnologia. Recomendo a leitura para saber mais e entender porque as instituições de ensino devem aderir a plataformas com fintechs integradas”, conclui o CEO da Edusoft.

Sobre a Edusoft

Uma das marcas brasileiras pioneiras em soluções para gestão educacional, a Edusoft é uma edtech que atende desde escolas de educação infantil até universidades e grandes grupos educacionais. A empresa foi fundada em 1984 e gerencia a relação de 300 instituições e redes de ensino com mais de 500 mil alunos. Seu carro-chefe é a plataforma Mentor, que permite o gerenciamento de todo o ciclo de vida do cliente, desde a área comercial e financeira até as avaliações, processos seletivos e inscrições online, passando por biblioteca, secretaria e relacionamento entre família e escola.Mais informações em www.edusoft.com.br