quarta-feira, fevereiro 21Notícias
Shadow

FLIPomerode divulga programação completa com grandes nomes da literatura

Autores alemães estão confirmados e evento internacional será realizado de 9 a 13 de agosto e terá mais de 60 horas de atividades

O Festival Literário Internacional de Pomerode (FLIPomerode) , será realizado na cidade mais alemã do Brasil, entre os dias 9 e 13 de agosto. Com o propósito de conectar a literatura brasileira à de expressão alemã, o evento contará com nomes consagrados no Brasil e no exterior.  Marcelo Backes, doutor em Germanística e Romanística pela Universidade de Friburgo em Brisgóvia, na Alemanha, estará no evento no sábado (12/8). Ele dividirá a mesa com o renomado escritor e pesquisador alemão Sylk Schneider, autor de “Viagem de Goethe ao Brasil”. Eles irão debater a presença da natureza na vida e na obra de Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832), sinônimo de literatura internacional.

            Uljana Wolf, a maior poeta e tradutora da nova geração alemã, também já confirmou presença no FLIPomerode no sábado (12/8). Com mais de 20 prêmios literários na carreira, Uljana foi professora da Universidade de Nova York e tem um livro no Brasil traduzido por Guilherme Gontijo Flores. Ela estará em uma mesa com o reverenciado poeta e tradutor brasileiro Paulo Henriques Britto. A dupla irá compartilhar as experiências, influências e visões sobre a poesia e a tradução em um debate repleto de línguas, sentidos e significados.

            Para Carlos Henrique Schroeder, curador do FLIPomerode, o desafio de trazer nomes de relevância nacional e internacional ao evento é proporcional à importância de um evento deste porte no Sul do país. “A programação é voltada para discutir a centralidade da literatura em um mundo fraturado. Então discussões acerca da poesia, tradução e homenagens a grandes autoras brasileiras dão o tom, mas sem esquecer da formação dos leitores, por isso temos dezenas de contações de histórias e mediações de leituras”.

Nova geração de escritores

No domingo (13/8), quatro grandes nomes da nova geração de escritores catarinenses debatem sobre seus livros e também sobre os amores e os humores de viver e escrever em Santa Catarina. Com o tema “Prosa, poesia: SC”, a conversa reunirá Luciana Tiscoski (Florianópolis), Marcelo Labes (Blumenau), Demétrio Panarotto (Chapecó) e Isadora Krieger (Balneário Camboriú). A literatura será apresentada também na linguagem da música e do cinema com a performance “A Máquina e o Humano, com música ao vivo para o filme Metrópolis”, com Diogo de Haro (Florianópolis). Enquanto o público assiste ao drama expressionista, o músico interpreta sonoramente a narrativa do filme, combinando a música aos elementos de sonoplastia e efeitos sonoros.

O Centro Cultural de Pomerode será o palco do festival, que contará ainda com autores regionais e estaduais. Todas as atrações serão gratuitas, no entanto, os ingressos devem ser garantidos de maneira on-line através do site oficial do evento, na aba “ingressos”, a partir do dia 12 de julho. Será possível retirar um ingresso por CPF por atração.

O festival tem programação para todas as idades e as oficinas podem ser frequentadas por crianças, grupos e famílias que queiram mergulhar no universo da leitura. Um espaço especial será dedicado ao momento de autógrafos e fotos com os convidados e palestrantes. A cerimônia oficial de abertura terá o espetáculo da Orquestra Filarmônica de Jaraguá do Sul, uma das melhores orquestras de Santa Catarina, que apresentará um repertório eclético e vibrante de compositores alemães e brasileiros, no Teatro Municipalda cidade.

O FLIPomerode é uma realização da Associação Visite Pomerode (AVIP), com produção do Centro Cultural SCAR. Conta com o apoio do Goethe-Institut, da Câmara Literária de Pomerode e da Prefeitura Municipal de Pomerode. O evento tem o patrocínio de Juriti, Oxford, Kyly, Havan, Nugali, Netzsch, Karsten e Damenny, através do Programa de Incentivo à Cultura do Governo do Estado de Santa Catarina.

Programação completa do FLIPomerode

Quarta-feira (9/8)

8h – Início das atividades de programação e da livraria oficial do evento

8h15min e 14h– “Os músicos de Bremen” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Contação de história bilíngue português-alemão a partir do clássico dos irmãos Grimm. Indicação: a partir de seis anos.

9h e 14h30min – “Histórias para encantar” com Gelson Bini (Palhoça/SC), no Teatro Municipal

Mediação de leitura para crianças com a proposta de apresentar inúmeros contos infantis, de fadas, fábulas – dos clássicos aos contemporâneos – adaptados às narrativas da oralidade promovendo uma viagem lúdica e de autoconhecimento. Indicação: a partir de seis anos.

9h30min e 15h – “Um sem fim de histórias” por Leticia Liesenfeld (São Paulo/SP), na Sala Cineclube

Narração de histórias bilíngue português-alemão a partir dos contos para jovens e crianças do autor alemão Michael Ende. Indicação: a partir dos nove anos.

10h15min e 16h – “Max e o gigante dos oceanos” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Contação de história bilíngue português-alemão inspirada no livro de Torsten Andreas. Indicação: a partir de seis anos.

15h30min e 20h ­– “Escrita e escuta criativa: contos alemães” com Stefanie Herzog (Garopaba/SC), no Espaço das Oficinas

A tradutora alemã Stefanie Herzog (desde 2010 no Brasil) faz um percurso de escrita e tradução com contos instigantes. Atividade bilíngue: português e alemão. Indicação: a partir de 15 anos.

19h30min – “Letramento literário”. Oficina de mediação de leitura para professores e auxiliares de bibliotecas com Gelson Bini (Palhoça/SC), na Märchenhaus

A atividade traz referencias sobre a literatura infantil e juvenil com o intuito de dinamizar os processos de ensino e aprendizagem e contribuir para a concepção de mundo dos educandos. Indicação: professores e auxiliares de biblioteca.

19h30min – Cerimônia oficial de abertura com a Orquestra Filarmônica de Jaraguá do Sul, no Teatro Municipal

A Orquestra Filarmônica de Jaraguá do Sul, uma das melhores orquestras de Santa Catarina, apresenta um repertório eclético e vibrante de compositores alemães e brasileiros.

22h – Encerramento das atividades

Quinta-feira, 10 de agosto de 2023

8h – Início das atividades de programação e da livraria oficial do evento

8h15min e 14h – “Os músicos de Bremen” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus.

Contação de histórias bilíngue português-alemão a partir do clássico dos irmãos Grimm. Indicação: a partir de seis anos.

9h, 14h30min e 20h – “Antenas periféricas” com Gelson Bini (Palhoça/SC), no Teatro Municipal

Mediação de leitura para crianças e jovens com a proposta de levar ao público ouvinte, em tom de bate-papo, questões relacionadas à arte e à cultura oriunda das periferias: a poesia falada (SLAM), o grafite, o rap, o hip-hop e a arte indígena. Indicação: a partir dos 12 anos.

9h30min e 15h – “Um sem fim de histórias” por Leticia Liesenfeld (São Paulo/SP), na Sala Cineclube

Narração de histórias bilíngue português-alemão a partir dos contos para jovens e crianças do autor alemão Michael Ende. Indicação: a partir dos nove anos.

10h15min e 16h – “Max e o gigante dos oceanos” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Contação de história bilíngue português-alemão inspirada no livro de Torsten Andreas. Indicação: a partir de 6 anos.

19h30min – “A voz de Kehinde”: mesa especial com Ana Maria Gonçalves, no Teatro Municipal

Mediação de Clarice Fortunato.

Uma conversa em torno de “Um defeito de cor”, o livro de Ana Maria Gonçalves que venceu o Prêmio Casa de las Américas e está na lista da Folha de S.Paulo como o sétimo entre os 200 livros mais importantes para entender o Brasil (e considerado por Millôr Fernandes o livro mais importante da literatura brasileira do século XXI). Este clássico contemporâneo conta a saga de Kehinde, mulher negra que, aos oito anos, é sequestrada no Reino do Daomé, atual Benin, e trazida para ser escravizada na Ilha de Itaparica, na Bahia. O livro inspirou, em 2022, uma exposição homônima no Museu de Arte do Rio (MAR), com curadoria de Amanda Bonan, Marcelo Campos e da própria Ana Maria Gonçalves. Em 2024, o livro será o tema do desfile da Portela no grupo especial do carnaval do Rio de Janeiro. Indicação: a partir dos 12 anos.

21h – Sessão de autógrafos com Ana Maria Gonçalves na Praça dos Autógrafos

22h – Encerramento das atividades

Sexta-feira (11/8)

8h – Início das atividades de programação e da livraria oficial do evento

8h15min e 14h – “Os músicos de Bremen” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus.

Contação de histórias bilíngue português-alemão a partir do clássico dos irmãos Grimm. Indicação: a partir de seis anos.

8h30min – “Danilo, sua mochila e seus amigos” com Neida Rocha (Pomerode/SC), na Sala Cineclube

Contação de histórias baseada no livro homônimo. Trata a problemática do peso da mochila escolar de forma lúdica e desperta o carinho e o interesse da criança pelo material escolar ao narrar a história de um menino de 11 anos que, ao dirigir-se para a escola, cai e vive uma aventura com seu material escolar. Indicação: a partir de seis anos. Atividade em parceria com a Câmara Literária de Pomerode (CLiP).

9h e 20h – “Contos de assombro” com Gelson Bini (Palhoça/SC), no Teatro Municipal

Mediação de leitura para jovens com a proposta de formar novos leitores e promover a literatura através de três narrativas fantásticas de Alberto Mussa, Edgar Allan Poe e Monteiro Lobato, pelo viés do suspense, do estranhamento e do inacreditável. Indicação: a partir de 13 anos.

9h30min e 15h – “Um sem fim de histórias” por Leticia Liesenfeld (São Paulo/SP), na Sala Cineclube

Narração de histórias bilíngue português-alemão a partir dos contos para jovens e crianças do autor alemão Michael Ende. Indicação: a partir dos nove anos.

10h15min e 16h – “Max e o gigante dos oceanos” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Contação de história bilíngue português-alemão inspirada no livro de Torsten Andreas. Indicação: a partir de seis anos.

14h – “Vamos fazer um livro?” Oficina de escrita, pintura e encadernação com o coletivo Papel do Mato (Rodeio/SC), na Sala das Oficinas

Que tal escrever uma história ou um poema e então ilustrar e encadernar e… Plim! Ter um livro escrito, ilustrado e encadernado em cartonaria prontinho em mãos. Indicação: a partir de 11 anos. Duração: 3 horas. Mentores: Cristiano Moreira, Jackson Chiappa e Patrícia Costa.

14h30min – “O flautista de Hamelin” com a Trip Teatro (Rio do Sul/SC), no Teatro Municipal

Três artistas medievais chegam sem aviso juntos de sua pequena carroça, que aos poucos se transforma na cidade de Hamelin, para contar a clássica história do flautista que livra a cidade de uma peste de ratos e sobre a importância de cumprir os tratos feitos. Duração: 40 minutos. Classificação: livre.

19h30min – “Um mapa todo seu”. Uma mesa em homenagem a Ana Maria Machado

Mediação de Vanessa Gonçalves.

Um percurso sobre a vida e a obra de uma das mais versáteis e consagradas escritoras brasileiras: Ana Maria Machado, que já lançou mais de cem livros, entre infantis, juvenis, romances e ensaios, publicados em 20 idiomas e 26 países. São mais de 20 milhões de exemplares vendidos e prêmios como o Hans Christian Andersen (o Nobel da literatura para crianças), o Jabuti (venceu três vezes), o Príncipe Claus (Holanda) e o Iberoamericano SM. Ocupa a cadeira nº 1 da Academia Brasileira de Letras, instituição que presidiu em 2012 e 2013.

21h – Sessão de autógrafos com Ana Maria Machado na Praça dos Autógrafos

22h – Encerramento das atividades

Sábado (12/8)

8h – Início das atividades de programação e da livraria oficial do evento

8h15min – “Os músicos de Bremen” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus.

Contação de histórias bilíngue português-alemão a partir do clássico dos irmãos Grimm. Indicação: a partir de seis anos.

9h e 14h – “Vamos fazer um livro?” Oficina de escrita, pintura e encadernação com o coletivo Papel do Mato (Rodeio/SC), na Sala das Oficinas

Que tal escrever uma história ou um poema e então ilustrar e encadernar e… Plim! Ter um livro escrito, ilustrado e encadernado em cartonaria prontinho em mãos. Indicação: a partir de 11 anos. Duração: 3 horas. Mentores: Cristiano Moreira, Jackson Chiappa e Patrícia Costa.

10h – “Leituras que transformam” com Adriana Krauss (Blumenau/SC), na Sala Cineclube

Como transformar crianças em leitores? A comunicadora e escritora Adriana Krauss apresenta um caminho de conexão com a leitura. Nesta palestra, Krauss responde perguntas importantes para mães, pais, tios, padrinhos, rede de apoio, profissionais das mais variadas áreas, médicos pediatras, psiquiatras, psicólogos: porque ler e o quê ler, como e onde, quando começar? Entender que os benefícios da leitura vão muito além do que o senso comum crê é um grande passo para estar de fato presente na vida delas. A leitura transforma crianças em crianças que transformam. Atividade em parceria com a Câmara Literária de Pomerode (CLiP).

10h15min – “Max e o gigante dos oceanos” com Anna-Lena Scholl Menna Barreto (Porto Alegre/RS) e Susanne Gattaz (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Contação de história bilíngue português-alemão inspirada no livro de Torsten Andreas. Indicação: a partir de seis anos.

11h – “O flautista de Hamelin” com a Trip Teatro (Rio do Sul/SC), no Teatro Municipal

Três artistas medievais chegam sem aviso juntos de sua pequena carroça, que aos poucos se transforma na cidade de Hamelin, para contar a clássica história do flautista que livra a cidade de uma peste de ratos e sobre a importância de cumprir os tratos feitos. Duração: 40 minutos. Classificação: livre.

13h – “Histórias para encantar” com Gelson Bini (Palhoça/SC), na Märchenhaus

Mediação de leitura para crianças com a proposta de apresentar inúmeros contos infantis, de fadas, fábulas – dos clássicos aos contemporâneos – adaptados às narrativas da oralidade promovendo uma viagem lúdica e de autoconhecimento. Indicação: a partir de seis anos.

14h – “Sonhos e histórias” com Alinne Gama (Recife/PE), na Märchenhaus

Uma roda de conversa para adultos e crianças sobre o mundo dos sonhos e das histórias com a psicóloga e escritora Alinne Gama. A conversa parte de seu livro “Guilherme – O guardião do mundo dos sonhos”, em que um garoto de 10 anos tem a missão secreta de proteger o mundo dos sonhos contra as terríveis forças do malvado Mestre do Pesadelo, Pordeiron. Esse mundo, onde ele vive grandes aventuras com seus amigos encantados, existe em uma realidade paralela à sua vida no mundo real, na qual ele é um menino como outro qualquer. Indicação: a partir de seis anos. Atividade em parceria com a Refopa Joli Livraria.

15h – “Um sem fim de histórias” por Leticia Liesenfeld (São Paulo/SP), na Märchenhaus

Narração de histórias bilíngue português-alemão a partir dos contos para jovens e crianças do autor alemão Michael Ende. Indicação: a partir dos nove anos.

16h – A natureza de/em Goethe: debate com Sylk Schneider (Weimar, Alemanha) e Marcelo Backes (Rio de Janeiro/RJ)

Mediação de Daniel Martineschen. Debate com tradução simultânea.

A mesa discute a presença da natureza na vida e na obra deste autor que é sinônimo de literatura: Johann Wolfgang von Goethe (1749-1832).

O escritor, curador e pesquisador alemão Sylk Schneider é autor de “Viagem de Goethe ao Brasil”, obra em que mostra como o autor de “Fausto” se interessava pelas plantas, minérios e culturas brasileiras.

Marcelo Backes é doutor em Germanística e Romanística pela Universidade de Friburgo em Brisgóvia, na Alemanha, e escritor e tradutor brasileiro especialista em literatura alemã. Foi responsável pela tradução, prefácio, notas e comentários da edição de “Os sofrimentos do jovem Werther”, da LP&M. Já traduziu Kafka, Heine, Schiller, Schnitzler, Brecht e recebeu o Prêmio Nacional da Áustria pelo conjunto de sua obra traduzida. É autor de romances como “A casa cai”, “O último minuto” e “Três traidores e uns outros”.

17h30min – Sessão de autógrafos com Sylk Schneider e Marcelo Backes na Praça dos Autógrafos

19h – Entre a poesia e a tradução: debate com Uljana Wolf (Berlim, Alemanha) e Paulo Henriques Britto (Rio de Janeiro/RJ).

Mediação de Guilherme Gontijo Flores e leituras de Ricardo Pozzo. Debate com tradução simultânea.

A multipremiada poeta e tradutora alemã Uljana Wolf e o lendário poeta e tradutor brasileiro Paulo Henriques Britto compartilham suas experiências, influências e visões sobre a poesia e a tradução em uma mesa repleta de línguas, sentidos e significados.

Uljana já recebeu mais de 20 prêmios e bolsas por seus livros de poesia, ensaio e suas traduções. Autora mais jovem a receber o prêmio Peter Huchel (o mais prestigioso para a poesia em língua alemã), teve seu livro “Nosso amor de trincheira nosso amor de fronteira” lançado no Brasil em 2019 pela editora Moinhos. Sua obra já foi traduzida para mais de 12 idiomas.

Paulo é autor de livros de poesia como “Formas do nada” (2012) e “Nenhum mistério” (2018), e de contos como “Castiçal florentino” (2021). Recebeu os prêmios Portugal Telecom, APCA, Alphonsus de Guimaraens (duas vezes), Alceu Amoroso Lima, Bravo! Prime de Literatura e Jabuti.

19h30min – Performance “A Máquina e o Humano: música ao vivo para o filme Metrópolis” com Diogo de Haro (Florianópolis/SC)

Espetáculo musical criado por Diogo de Haro para o filme de ficção científica mais influente da história do cinema: “Metrópolis” (1927), de Fritz Lang. O drama expressionista é exibido na íntegra, enquanto o músico interpreta sonoramente a narrativa do filme, combinando música aos elementos de sonoplastia e efeitos sonoros. Este ambiente transdisciplinar (música-cinema-performance) possibilita uma apreciação renovada de um clássico que influenciou e foi referência por gerações no mundo todo. Duração: 2h30min. Indicação: a partir de 12 anos.

20h30min – Sessão de autógrafos com Uljana Wolf e Paulo Henriques Britto

21h – “Contos de assombro” com Gelson Bini (Palhoça/SC), na Märchenhaus

Mediação de leitura com a proposta de formar novos leitores e promover a literatura através de três narrativas fantásticas de Alberto Mussa, Edgar Allan Poe e Monteiro Lobato, pelo viés do suspense, do estranhamento e do inacreditável. Indicação: a partir de 13 anos.

Domingo (13/8)

8h – Início das atividades de programação e da livraria oficial do evento

9h e 14h – “Vamos fazer um livro?” Oficina de escrita, pintura e encadernação com o coletivo Papel do Mato (Rodeio/SC), na Sala das Oficinas

Que tal escrever uma história ou um poema e então ilustrar e encadernar e… Plim! Ter um livro escrito, ilustrado e encadernado em cartonaria prontinho em mãos. Indicação: a partir de 11 anos. Duração: 3 horas. Mentores: Cristiano Moreira, Jackson Chiappa e Patrícia Costa.

9h – “Zig na terra dos sonhos” com Andréa G. Gomes (Pomerode/SC)

Contação de história baseada em livro homônimo.  A história de ZIG, um menino que valoriza as tradições de seus antepassados e mostra as diversas atrações turísticas de Pomerode. Indicação: a partir de seis anos. Atividade em parceria com a Câmara Literária de Pomerode (CLiP).

10h – “O flautista de Hamelin” com a Trip Teatro (Rio do Sul/SC), no Teatro Municipal

Três artistas medievais chegam sem aviso juntos de sua pequena carroça, que aos poucos se transforma na cidade de Hamelin, para contar a clássica história do flautista que livra a cidade de uma peste de ratos e sobre a importância de cumprir os tratos feitos. Duração: 40 minutos. Classificação: livre.

11h – “Um sem fim de histórias” por Leticia Liesenfeld (São Paulo/SP), na Sala Cineclube

Narração de histórias bilíngue português-alemão a partir dos contos para jovens e crianças do autor alemão Michael Ende. Indicação: a partir dos nove anos.

14h – “Histórias para encantar” com Gelson Bini (Palhoça/SC), na Sala Cineclube

Mediação de leitura para crianças com a proposta de apresentar inúmeros contos infantis, de fadas, fábulas – dos clássicos aos contemporâneos – adaptados às narrativas da oralidade promovendo uma viagem lúdica e de autoconhecimento. Indicação: a partir de seis anos.

15h – Escrever para (e com) crianças: um encontro (culinário e divertido) com Guilherme Karsten (Blumenau/SC), na Märchenhaus

Um bate-papo descontraído com Guilherme Karsten, escritor e ilustrador com livros lançados em mais de 15 idiomas e que conquistaram reconhecimento e prêmios como a Placa de Ouro da Bienal de Ilustrações de Bratislava (Eslováquia) em 2019, o Golden Pinwheel Grand Award (China) em 2019 e o Prêmio Jabuti de “Melhor Livro Ilustrado” (Brasil) em 2021. Durante e após a conversa, será servido um delicioso café e cucas. A ação será seguida de lançamento e mostra de coleção cápsula da Oxford inspirada no traço e no universo de Guilherme Karsten.

17h – “Prosa, poesia: SC”: mesa com Luciana Tiscoski (Florianópolis/SC), Marcelo Labes (Blumenau/SC), Demétrio Panarotto (Chapecó/SC) e Isadora Krieger (Balneário Camboriú/SC), na Sala Cineclube

Quatro grandes nomes da nova geração catarinense debatem sobre seus livros e também sobre os amores e os humores de viver e escrever em Santa Catarina.

Luciana Tiscoski é doutora em Literatura pela Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), com estágio em doutorado na Université Paris X – Nanterre, França, e pós-doutorado em Artes Visuais (História, Teoria e Crítica) pela Universidade do Estado de Santa Catarina (UDESC). Autora de “Área de broca”, livro semifinalista do Prêmio Oceanos 2022. Marcelo Labes publicou “Três porcos”, vencedor do Prêmio Machado de Assis em 2021 e “Paraízo-Paraguay”, vencedor do Prêmio São Paulo de Literatura em 2020. Seu livro de poemas “Enclave” foi finalista do Prêmio Jabuti em 2019. Seu último livro é o celebrado “Deus não dirige o destino dos povos”. Demétrio Panarotto é músico, roteirista, escritor e professor universitário. É também doutor em Literatura pela UFSC e professor de roteiro no curso de Cinema da Unisul. Publicou mais de 10 livros, com destaque para “Ares condicionados”, “Mas é isso, um acontecimento?” e “Tratamento de imagem”. Isadora Krieger publicou “Explorações Cardiomitológicas”, semifinalista do Prêmio Oceanos de Literatura 2019, e do aclamado “Tanatografia da mãe”, publicado em 2022 e já na segunda edição.  Também lançou “O wi-fi da igreja é muito fraco” e “Memória da Bananeira”. Já ministrou oficinas de escrita em São Paulo (SP), São Carlos (SP) e Belo Horizonte (MG).

19h – Espetáculo de encerramento: “O incrível ladrão de calcinhas” com a Trip Teatro (Rio do Sul/SC), no Teatro Municipal

O escritório do Detetive Bill Flecha é procurado pela Srta. Velda, uma “mulher-fatal” que tem sua “peça íntima” roubada e pagará qualquer quantia para tê-la de volta. O que parecia um crime banal dá origem a uma série de outros crimes violentos, onde todos são suspeitos até que se prove o contrário, ou até que seus corpos sejam encontrados em algum beco escuro.

Inspirado na vida e obra de Dashiell Hammett, considerado o pai da literatura policial moderna, o espetáculo utiliza uma técnica de construção de bonecos pouco conhecida no Brasil, a partir de modelos desenvolvidos por Hansjürgen Fettig em seu livro “Rod-Puppets & Table-Top Puppets (Standing Figures)”. A cenografia foi inspirada no “Expressionismo Alemão”, movimento artístico que contribuiu para o surgimento do Cine Noir. Duração: 55 minutos. Classificação: a partir de 16 anos.

20h – Encerramento do FLIPomerode

Flipomerode

About Author