quarta-feira, abril 24Notícias
Shadow

Comitivas do Canadá e da Alemanha visitam Blumenau (SC) para conhecer o ecossistema de inovação da região

Objetivo é trocar informações com empresários locais e abrir novas possibilidades de internacionalização

Santa Catarina é reconhecida nacional e internacionalmente como polo de tecnologia e inovação. E, neste contexto, o Vale do Itajaí reúne algumas das maiores e mais longevas marcas do setor. Só em Blumenau (SC), segundo a Prefeitura Municipal de Blumenau com base em 2022, o setor de tecnologia da informação responde por 23% da receita total do Imposto Sobre Serviços (ISS) do município. São 2.349 empresas que empregam 7,4 mil pessoas diretamente.

Este contexto é o que está atraindo comitivas internacionais para conhecerem a cidade. Os grupos de empresários são recepcionados pela Blusoft-Acate, entidade que reúne as iniciativas do poder público e da iniciativa privada para fomento de conexões e formação de pessoas. A Prefeitura Municipal de Blumenau também participa desses encontros que, em poucos dias, aconteceram com grupos da Alemanha e Canadá.

Na quarta-feira (16), uma comitiva de Greifswald, da Alemanha, chegou ao Vale do Itajaí. Além de reuniões com o poder público, as executivas também interagiram com empresários da região que apresentaram seus negócios, além de empresas integrantes da Incubadora Instituto Gene.

A comitiva canadense foi formada por 12 empresas que atuam no país. Eles chegaram à cidade na terça-feira (22) e foram recepcionados no Centro de Inovação de Blumenau (CIB). A reunião foi organizada com o apoio de Henrique Bilbao, presidente da Blusoft até 2021 e atual vice-presidente de inovação da Associação Catarinense de Tecnologia (Acate).

Para o presidente da Blusoft-Acate, Bruno Tiergarten, essas visitas reforçam a importância de todas as iniciativas realizadas pelo poder público e pela iniciativa privada para fomentar a região como polo de tecnologia. “Da indústria médica ao varejo, dos processos à gestão: todos os setores estão dedicados à inovação. É muito importante mostrarmos para o mundo que, através da estrutura, da formação e das iniciativas de conexão entre os negócios, somos capazes de criar soluções que extrapolam os limites regionais e podem ser exportadas para o mundo. Da mesma forma, estes executivos começam a desenvolver nos seus países a percepção de que temos aqui um ambiente propício para o desenvolvimento de negócios”, diz. “Esse é o papel da Blusoft-Acate: conectar as empresas de tecnologia com oportunidades”, complementa.

A Blusoft-Acate é uma entidade sem fins lucrativos, que tem mais de 130 empresas associadas que possibilitam iniciativas para fomento do ecossistema de inovação no Vale do Itajaí. Através de iniciativas que integram também o poder público, a organização atua na formação de profissionais, em ações de integração do setor de tecnologia com outros setores da economia e conexão entre os próprios negócios. Mais informações estão em www.blusoft.org.br.

About Author