quarta-feira, abril 24Notícias
Shadow

Os psicólogos são essenciais desde a primeira infância

* por Helen Mavichian, psicoterapeuta infantojuvenil  

Em 27 de agosto é celebrado o Dia dos Profissionais de Psicologia, aqueles que desempenham um papel fundamental e muito relevante em nossas vidas, principalmente, na das crianças, fase em que podem contribuir significativamente e de forma gradual para um desenvolvimento saudável e o bem-estar emocional. Os psicólogos infantis podem oferecer uma variedade de intervenções e ferramentas para auxiliar nas demandas relacionadas à vida da criança e ao desenvolvimento humano. 

Assim como os adultos, as crianças também precisam cuidar da saúde mental, e, nessa hora, o psicólogo infantil se torna o melhor amigo da família, pois ao utilizar métodos lúdicos como brincadeiras, desenhos e uma linguagem adequada e compreensível aos pequenos, consegue tratar de assuntos super importantes, como os problemas emocionais, comportamentais e de desenvolvimento.

O psicólogo infantil pode auxiliar nas demandas da criança por meio da promoção de uma compreensão mais ampla sobre as fases do desenvolvimento saudável, entendendo as diferentes fases de desenvolvimento da criança, desde o nascimento até a adolescência. Isso ajuda a estabelecer expectativas realistas e a oferecer suporte adequado em cada etapa da vida daquela criança. 

As crianças podem enfrentar desafios emocionais e psicológicos, como ansiedade, depressão, problemas de comportamento, fobias, questões emocionais, entre outros, e os psicólogos trabalham para diagnosticar e tratar esses problemas, usando avaliações neuropsicológica e psicoterapia, para que as crianças saibam desenvolver ferramentas e estratégias para lidar melhor com suas emoções e comportamentos transtornados. 

Além disso, a terapia pode ajudar as crianças a lidar com eventos traumáticos como divócio, separação, possíveis abusos ou perdas. Nesses eventos, os psicólogos têm um papel de apoiar e estimular as crianças auxiliando-as a vivenciarem essas experiências da maneira menos danosa possível, prevenindo e mitigando potenciais consequências negativas a longo prazo.

O aprimoramento das habilidades sociais e emocionais também é uma tarefa na qual contar com um psicólogo infantil pode ser benéfica. Às vezes, as crianças chegam ao consultório sem demonstrar nenhum transtorno ou distúrbio propriamente dito, porém, com enormes dificuldades de lidar com suas questões do cotidiano, emoções, pensamentos, sentimentos e próprios comportamentos impulsivos. A psicologia infantil, entra nesse casos de forma eficaz, podendo ensinar e trabalhar com as crianças algumas habilidades sociais e emocionais essenciais, como empatia, comunicação clara e eficiente, resolução de conflitos e regulação emocional. Isso as ajuda a construir relacionamentos mais saudáveis e a lidar melhor com situações desafiadoras.

Quando se trata de melhorias do desempenho acadêmico, é importante buscar uma avaliação neuropsicológica para um possível diagnóstico ou até mesmo uma intervenção direta, ambas feitas por uma psicóloga ou psicopedagogia, dependendo do caso. Problemas de aprendizado, falta de concentração ou dificuldades de organização podem impactar o desempenho acadêmico das crianças e consequentemente, diretamente, em suas vidas e autoestima. 

Os psicólogos também exercem grande influência na vida dos pais e familiares. A psicologia infantil também envolve trabalhar com os pais e cuidadores, oferecendo orientações sobre como criar um ambiente acolhedor em casa e direcionar seus filhos da melhor forma. Criando e estabelecendo limites com compreensão e empatia com aquela criança. 

A importância do psicólogo infantil na vida de uma criança é imensurável, servindo como uma figura de apoio e evolução muito relevante para o desenvolvimento do pequeno ou pequena. Eles podem ser um grande estímulo e com certeza uma enorme apoio para a criança aprender a lidar com suas questões, seja ela de qual ordem for. 

Sobre Helen Mavichian

Helen Mavichian é psicoterapeuta especializada em crianças e adolescentes e Mestre em Distúrbios do Desenvolvimento pela Universidade Presbiteriana Mackenzie. É graduada em Psicologia, com especialização em Psicopedagogia. Pesquisadora do Laboratório de Neurociência Cognitiva e Social, da Universidade Presbiteriana Mackenzie. Possui experiência na área de Psicologia, com ênfase em neuropsicologia e avaliação de leitura e escrita. Mais informações em https://helenpsicologa.com.br/

About Author