quarta-feira, abril 24Notícias
Shadow

Como está seu planejamento para a Black Friday?

*Por Roberto Vilela, consultor empresarial e estrategista de negócios

A Black Friday é uma oportunidade única para as empresas aumentarem suas vendas, conquistarem novos clientes e esvaziarem estoques. Com consumidores ávidos por ofertas e descontos, a data atrai multidões às lojas físicas e virtuais. Em 2023, os brasileiros estão dispostos a gastar mais do que no ano passado – sete a cada 10 pessoas têm esta intenção, conforme aponta uma pesquisa do Google. O que é um motivo a mais de ânimo para os lojistas.

No entanto, não basta apenas abrir as portas no dia 24 de novembro e esperar que os clientes cheguem até você e levem seus produtos. Para tirar o melhor proveito do momento é preciso ter um planejamento adequado. 

Para começar: defina objetivos claros. Isso pode incluir metas de vendas, conquista de novos clientes, lançamento de produtos ou até mesmo a melhoria da reputação da marca. Esses objetivos servirão como base para o desenvolvimento de estratégias eficazes.

Depois, planeje o estoque e a logística – um dos maiores desafios da Black Friday. É fundamental garantir que haja produtos suficientes para atender à demanda, mas sem superestocagem que possa gerar prejuízos após o evento. Além disso, o planejamento logístico, principalmente para o e-commerce, deve assegurar que as entregas sejam feitas dentro dos prazos prometidos, evitando frustrações nos consumidores. 

Pense na comunicação. A Black Friday é uma batalha de marketing, e as empresas devem estar preparadas para se destacar em meio à concorrência acirrada. Isso envolve a criação de estratégias de marketing que vão desde a divulgação antecipada das ofertas até o acompanhamento das redes sociais e interação com os clientes durante o evento. A comunicação efetiva é a chave para atrair e manter a atenção dos consumidores.

Além disso, a transparência é fundamental: todas as ofertas devem ser reais e os preços não devem ser inflacionados antes da Black Friday para criar uma falsa sensação de desconto.

Por último, capriche no atendimento de qualidade. Com o aumento do volume de vendas, é crucial que as empresas estejam preparadas para lidar com consultas, reclamações e devoluções de forma eficiente e cortês. Um cliente satisfeito não só volta, mas também recomenda a marca a outros.

Muitos fatores estão envolvidos no que se refere ao atendimento, desde a diversificação das formas de pagamento, para facilitar a vida de quem quer comprar, até o atendimento em si oferecido pelo vendedor. Nesse sentido, além de uma equipe bem treinada, pode ser necessário acrescentar mais pessoas ao time a partir dessa data que marca o início da temporada de compras de fim de ano.

About Author