quinta-feira, junho 20Notícias
Shadow

Nos três primeiros meses do ano, número de empresas atendidas pelo Sebrae/SC cresceu 36,5% em relação ao primeiro trimestre de 2023

Salas do Empreendedor de Chapecó e Florianópolis figuram entre as 5 que mais atenderam no país

O Sebrae/SC divulgou nesta quinta-feira, 4 de abril, o balanço dos atendimentos realizados às micro e pequenas empresas catarinenses no primeiro trimestre deste ano. Os números, quando comparados ao mesmo período de 2023, revelam que houve um crescimento de 36,5% no número de empresas atendidas. Os dados incluem os atendimentos digitais, assim como aqueles feitos pelos agentes de orientação empresarial, e nas mais de 160 Salas do Empreendedor espalhadas pelo Estado, além dos atendimentos feitos por meio dos demais projetos de atendimento territorial.   

Ao todo, foram atendidos 123.422 pequenos negócios de janeiro a março de 2024. O maior índice foi alcançado pelos atendimentos digitais, com 82.294, 62% a mais do que no primeiro trimestre do ano anterior. Em seguida, temos os atendimentos nas Salas do Empreendedor, com um aumento de 32,5%. Os microempreendedores individuais foram os que lideram a lista por busca de atendimento, 47,5% a mais do que no ano anterior. Em seguida, os empresários de micro empresas, com 31% a mais de procura, e, por fim, os empresários de negócios de pequeno porte, com crescimento de 0,5%. 

Já o ranking do Sebrae Nacional das Salas do Empreendedor revela que Santa Catarina foi o 3º estado com mais buscas por atendimentos entre as pessoas físicas e jurídicas, ficando atrás apenas de Minas Gerais e do Paraná. Considerando o recorte das cidades de todo o país, Chapecó ficou em 2º  lugar e Florianópolis em 3º no ranking nacional de atendimentos nas salas. As regiões que mais tiveram atendimento no território catarinense foram: Vale do Itajaí, com 31% do total dos atendimentos, Grande Florianópolis, com  25% do total, Oeste, com 13%, e Foz do Itajaí, com 10%.

Para o diretor técnico do Sebrae/SC, Fabio Búrigo Zanuzzi, o trabalho realizado nos territórios é essencial para dar suporte e orientação aos empreendedores das micro e pequenas empresas. “O aumento significativo nos atendimentos em Santa Catarina reflete não apenas a demanda crescente por assistência empresarial, mas também a eficiência do Sebrae em fornecer soluções que atendam às necessidades locais. O ano está só começando e vamos trabalhar para garantir que cada vez mais empresários tenham acesso aos nossos serviços e projetos”, destaca.

Acompanhe mais notícias do Sebrae/SC na Agência Sebrae de Notíciase nas nossas redes sociais e nas nossas redes sociais:

Instagram Facebook LinkedIn Twitter  Telegram  YouTube Blog  Site