quinta-feira, junho 20Notícias
Shadow

Kaiserstraße: projeto residencial que se comprime verticalmente traz terraços exclusivos em cada andar

Proposta assinada pelo escritório Alencar Arquitetura foi projetada de forma paramétrica, que cria geometrias complexas geradas de forma computacional para potencializar as maneiras de projetar. Além de lembrar a experiência de morar em casa, ambientes com planos contínuos e vistas emolduradas dão o tom da construção cercadas por muitas plantas

Resgatar a qualidade de vida de décadas passadas de uma das ruas mais tradicionais de uma cidade, unir a vida atual e a projeção de futuro com técnicas arquitetônicas para dar exclusividade: assim é o Kaiserstraße, prédio residencial com projeto arquitetônico assinado pelo escritório Alencar Arquitetura e construído pela Castelo Engenharia.

Em construção em Blumenau (SC), o espaço foi concebido de forma paramétrica, técnica arquitetônica que usa recursos computacionais para projetar geometrias complexas. Neste projeto, ela proporciona vistas únicas em um prédio que se comprime à medida que avança verticalmente. Fachadas inteiras de vidro que valorizam a luz natural e ligam os apartamentos aos terraços – característica marcante da proposta -, também transportam o morador a uma experiência de morar em casa e contato direto com a natureza.

O arquiteto Nicholas Alencar destaca que a concepção une diferentes frentes para resgatar e conectar o local em que está inserido. “O projeto traz um contexto muito urbano e ao mesmo tempo conservador. Concebemos um projeto residencial em uma rua tradicional com uma complexidade única. Além disso, ele reforça o pioneirismo que Blumenau teve no século passado, não só na arquitetura, mas também na música e na cultura. Chega para marcar a região, com uma arquitetura contemporânea, mas que resgata o passado de uma rua repleta de casas, jardins e piscinas, num movimento natural de morar”, detalha.

Apesar da arquitetura paramétrica, o Kaiserstraße segue uma malha que regra ritmo, criando uma harmonia visual a quem passa e garante a mesma altura e largura às esquadrias. Painéis ripados compõem a ordem e reforçam a proposta de valorização da natureza.

O nome escolhido relembra o primeiro registro pela qual a rua em que foi concebido era conhecida na Blumenau colônia: Kaiserstraße – rua do Imperador, onde hoje é a Alameda Rio Branco, no bairro Jardim Blumenau.